Os smart leads são importantes para todas as empresas, independente do ramo de atuação. Mas, antes de gerar esse tipo de lead, seu negócio precisa definir o ICP (Ideal Customer Profile ou Perfil de Cliente Ideal). Por quê? Bem, os smart leads são os clientes em potencial que atendem aos requisitos do seu ICP. Entenda melhor o assunto, a seguir.

O que são smart leads?

São os potenciais clientes ideias para as soluções da sua empresa. Ou seja, aqueles que têm as características perfeitas para consumirem seu produto ou serviço. Apesar de ser um conceito de fácil entendimento, a prática é um pouco mais complicada. Afinal, como encontrar e levar os leads, que tenham certas características comportamentais e socioeconômicas, ao seu negócio e fazer com que se tornem clientes?

Nesse sentido, defina as metodologias de venda e de marketing que serão aplicadas. Além disso, tão essencial quanto atrair os leads, é qualificá-los em relação ao seu produto. Para que você e sua equipe consigam organizar e qualificar os prospects, tenham um bom sistema de CRM. A plataforma pode ajudar com todas essas funções, tornar o processo de vendas mais ágil e auxiliar com análises aprofundadas sobre os consumidores, entre várias outras funcionalidades.

Gerando smart leads

Equipe conversando em sala de trabalho.

Quando a instituição define seu ICP, fica mais fácil criar estratégias a fim de conquistar smart leads, já que o perfil de cliente ideal foi traçado. Portanto, não perde-se tempo entrando em contato com aquelas pessoas com baixa probabilidade de consumo. Isso otimiza o tempo da equipe, melhora a eficiência no trabalho e também melhora a taxa de conversão de leads.

A seguir, veja alguns pré-requisitos para atrair os smart leads:

1 – Principais ferramentas

Sua empresa precisará de, pelo menos, 2 ferramentas se o objetivo é entender os smart leads, aproximá-los da sua marca e manter um bom relacionamento. São elas: as plataformas de CRM e de automatização de e-mail marketing.

O CRM de vendas, como já mencionado, ajuda a equipe comercial de várias maneiras. Por meio do sistema, analise as características dos seus melhores consumidores. Além disso, o CRM auxilia na gestão das fases de contato com cada lead. Controle ainda os funis de venda, e tenha dashboards à disposição para analisar seus resultados.

Outra ferramenta que auxilia no relacionamento com os leads é o software que automatiza o disparo de e-mail marketing. É fundamental que sejam criados e disparados e-mails com bons conteúdos personalizados aos potenciais consumidores. O intuito é realmente dialogar com essas pessoas e perceber suas necessidades, suas expectativas e levar conteúdos e soluções que agreguem valor às suas vidas.

2 – Funil em Y

Para atrair os smart leads, crie estratégias de inbound e outbound marketing. Ambas as maneiras de comunicar-se com os clientes são necessárias. O funil em Y tem a função de nutrir as ações de inbound com aqueles leads gerados pelo outbound.

Portanto, todos os potenciais clientes devem ser qualificados, a diferença está na forma como ingressaram na sua lista de leads. Sabendo disso, já pense em possíveis conteúdos para esses os dois tipos de consumidores.

Certamente, o funil em Y ajudará sua marca a acelerar o amadurecimento do prospect no funil de venda. Essas ações de marketing também permitem um melhor entendimento sobre o lead para qualificá-lo em relação ao seu produto ou serviço, impactando diretamente nas futuras abordagens.

3 – Fluxo de cadência

O alcance de uma excelente geração (e qualificação) de leads passa por um fluxo de cadência bem elaborado. Esse fluxo é a sequência de aproximações que o vendedor realiza a fim de explorar as oportunidades de conversão de um consumidor.

Então, antes de abordar o cliente, monte as etapas do fluxo. Em seguida, inicie as abordagens para testar o que funciona com os smart leads. Mostre o valor da sua solução empresarial e negocie com os potenciais clientes.

Aaah, não esqueça do pós-venda. Tão importante quanto vender, é fazer com que a expectativa do consumidor seja atendida ou superada. Um bom pós-venda ajuda a fidelizar o cliente.

4 – Tomador de decisão

Os vendedores, muitas vezes, têm dificuldade em falar com o tomador de decisão da empresa, o que dificulta o fechamento da venda.

Toda compra, passará pelo momento de negociar com o responsável pela conclusão dessa compra. Então, com o objetivo de chegar nessa etapa, identifique quem é o tomador de decisão. Procure abordar esse smart lead, que é quem decidirá pelo seu produto ou serviço.

Quer testar o Viasoft Korp CRM e melhorar a gestão de leads?