O Marketing Pessoal bem aplicado pode fazer diferença na sua carreira. Veja algumas dicas e saiba como vender seu peixe, a fim de melhorar seus resultados profissionais.

Vamos começar pelo conceito de Marketing Pessoal. Você sabe o que é?

De acordo com Kotler (2003) o Marketing Pessoal é “(…) uma nova disciplina que utiliza os conceitos e instrumentos do marketing em benefício da carreira e das vivências pessoais dos indivíduos, valorizando o ser humano em todos os seus atributos, características e complexa estrutura”. Então, se unirmos o marketing aos potenciais objetivos da pessoa, fica mais fácil alcançar o sucesso no trabalho e nas relações pessoais.

Começamos, então, falando de objetivo:

Qual é o seu? Defina-o. Exemplo: mudar de cargo. Depois, analise e liste os passos para atingi-lo. É importante também responder as seguintes questões:

  • Quando pretendo alcançar esse objetivo?
  • Como vou conquistá-lo?
  • Quem pode me ajudar com esse “sonho”? Aqui, fazemos um adendo. Converse com pessoas que têm desejos parecidos com os seus. A troca de ideias e experiência pode ser enriquecedora e ajuda a esclarecer as dúvidas. Assistir palestras que tenham relação com sua meta pode auxiliar na motivação e conhecimento do assunto.

Autoconhecimento

Reflita sobre suas qualidades e defeitos, princípios e interesses… É necessário se conhecer, assim é possível fazer um excelente marketing pessoal. Pense em como maximizar os pontos fortes e como melhorar as dificuldades que carrega. Essas informações devem ser um guia.

O autoconhecimento possibilita a definição dos limites, potenciais e até modelo de vida. Ele ajuda a construir a identidade. E essa identidade é o ponto de diferenciação da pessoa. Então, foque em você e comece a planejar as metas!

 

Uma boa oratória melhora seu marketing pessoal

Comunicar-se bem é essencial para qualquer objetivo desejado. Se expressar claramente e evitar gírias no trabalho, e mesmo no espaço informal, pode fazer diferença em como você é visto pelos demais. O marketing pessoal é venda, sendo assim, nada melhor do que uma boa comunicação, demonstrando confiança, segurança e desenvoltura no que diz. Dessa maneira, fica fácil o interlocutor entender sua proposta.

 

Visual

Aplicar o marketing pessoal não significa comprar roupas caras e gastar com a parte estética, mas cuidar da aparência e higiene. O visual desleixado pode ser interpretado como descomprometimento, desvalorizando sua marca pessoal. Use roupas e penteados compatíveis com o seu cargo e área de atuação. Acredite, os detalhes fazem a diferença!

 

Qualificação

Independente da meta, é sempre importante buscar a qualificação e evolução profissional e pessoal. Hoje, com a quantidade de bons conteúdos disponibilizados na web, não é preciso gastar rios de dinheiro. Basta, encontrar materiais que possam auxiliá-lo. Claro, participar de cursos, palestras e feiras faz parte do aprendizado. Mas, a dica é: busque o estudo da forma que você melhor se adapta.

 

Positividade

Ser positivo é essencial para manter-se focado e cativar as pessoas. Um indivíduo que carrega positividade transmite esperança, perspectiva e autocontrole. Sendo assim, construir relacionamentos saudáveis e duradouros se torna uma prática simples. Sem falar que essa é uma qualidade importantíssima para o sucesso em qualquer profissão.

 

Criatividade

Ser criativo não significa que precisa, necessariamente, fazer coisas mirabolantes e que nunca tenham sido pensadas antes. Mas, ser autêntico e saber diferenciar seu trabalho de modo produtivo e engenhoso. Certamente, com isso, sua marca vai sendo fixada na mente das pessoas. Pense fora da caixa e seja proativo, vá além!

 

Empatia

O que é empatia mesmo? É o ato de se colocar no lugar de outra pessoa, de maneira psicológica! Quem tem essa qualidade está um passo à frente, pois se torna automaticamente respeitado. Já parou para pensar como você lida com as pessoas?

Se colocar no lugar dos outros não é somente uma virtude que te faz ser “admirado”. Permite também a sensação de bem-estar. Além disso, ajuda a entender melhor as pessoas e auxilia em novas ideias para resolução de problemas.

 

Networking = visibilidade do seu marketing pessoal

Seja pessoalmente ou na internet, amplie a rede de relacionamentos. Ela tem grande poder na vida profissional, e é indispensável no marketing pessoal, pois se relacionar com pessoas da área e trocar cartões de visita pode “abrir muitas portas”, além de indicações a oportunidades futuras. Mantenha sempre o contato. Afinal, “Quem não é visto, não é lembrado”, né?

 

Ficou com alguma dúvida ou quer compartilhar ideias? Envie-nos uma mensagem nos comentários. 🙂